sábado, 23 de maio de 2009

O Fim de Figo







O fim de semana passado ficou marcado pela despedida de um dos melhores jogadores dos últimos tempos, e para variar formado no Sporting.
Estreou-se no Sporting na época de 1990\1991, actuando em 3 partidas. Depois seguiram-se mais quatro épocas no Sporting, sendo um jogador fulcral. No total actuou em 126 partidas com a camisola verde e branca marcando 16 golos, conquistando a Taça de Portugal. Mudou-se para Barcelona na época 1995\1996. No Barcelona ficou durante cinco épocas. Jogou na Catalunha ao lado de Rivaldo, kluivert, Guardiola, Luis Henrique, mas no meio de tantas estrelas ele era a que mais brilhava. Na minha opinião foi no Barcelona as melhores épocas dele, onde chegou a ser capitão. No Barcelona venceu 2 ligas Espanholas, 1 Copa do Rei, 1 Taça das Taças, 1 Supercopa Europeia e 1 Supercopa de Espanha. No Verão de 200 mudou-se para o grande rival do Barcelona, o Real Madrid. Na Catalunha passou a ficar conhecido por Judas ou Pesetero, e sempre que ia jogar a Camp Nou era insultado pelos adeptos, que entre outras coisas atiravam cabeças de leitão. No Real permaneceu durante 4 épocas, realizando 165 jogos e marcando 10 golos. Foi em 2001 que foi consagrado o melhor jogador do mundo. No Real com a camisola 10 venceu uma Champions e 2 Ligas. Teve no Real nas famosas temporadas dos Galácticos, onde jogou ao lado de Ronaldo, Zidane, Raul, Roberto Carlos e Beckham. Não sendo a principal figura mostrou-se sempre a um bom nível. A partir da época de 2005\2006 passou a vestir a camisola do Inter. Esteve em Itália durante 4 épocas onde já não esteve ao nível com que se tinha apresentado em Espanha. Em Itália venceu por quatro vezes a Série A e por uma vez a Copa de Itália.
É o jogador Português mais internacional de sempre, alinhou em 127 jogos marcando 32 golos. Teve no Euro de 1996 as sua estreia em grandes competições, em que Portugal ficou-se pelos quartos de final. No Euro 2000 foi dos melhores jogadores do Torneio. Portugal chegou ás meias finais, nesta competição Figo marcou um grande golo á Inglaterra, num jogo em que Portugal partiu para uma extraordinária reviravolta no marcador. No Mundial da Coreia e Japão, Figo esteve presente numa competição em que a selecção das quinas ficou muito abaixo do esperado. No Euro 2004,Figo voltou ao ser melhor nível e a selecção voltou aos grandes resultados, sendo o finalista vencido. Na Alemanha, Portugal ficou em quarto lugar, onde Figo não sendo a principal figura da selecção teve um papel importante. Figo foi um dos jogadores da chamada Geração de Ouro, sendo um dos últimos a retirar-se.
O Futebol perdeu mais um grande jogador. Mais um jogador formado no Sporting que levou bem alto as cores de Portugal. Um jogador que ao contrário de outros, se apresentou sempre em alto nível na selecção. As minhas melhores recordações de Figo são mesmo os seus jogos pela selecção, especialmente o golo já referido á Inglaterra.

1 comentário:

sweet_angel disse...

Luis Figo...sem duvida alguma um grande senhor do futebol....em muitos estadio do mundo ele deixou a sua marca e o seu brilho!!!
Aquele que ja foi "o melhor do mundo" terminou agora a sua carreira....mas certamente que ninguem o esquecerá!!!
O meu aplauso para o Luis Figo...que como eu é um grande sportinguista e traz sempre o sporting no coração!!Ou ele nao tivesse nascido para o futebol em alvalade,certo???? ;)