quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Sporting em 2009 - 12 meses a mais

Para o ano de 2009 o principal objectivo era a conquista do titulo nacional 2008\2009. Para esta conquista era fundamental o mês de Fevereiro, em que iríamos jogar contra o Benfica e o Porto. O problema acabou por ser o mês de Janeiro, em que um empate contra o Trofense e uma derrota contra o Braga deixaram a equipa com um atraso bastante significativo. O resto do campeonato acabou por ser positivo mas não foi o suficiente para se evitar o treta por parte do Porto. Pelo quarto ano consecutivo o Sporting voltou a ficar em segundo lugar.

O ano também ficou marcado pelo despedimento de Paulo Bento. Devido a um mau arranque na época 2009\2010 que praticamente nos afastou da luta pelo titulo, o treinador não aguentou e pediu a demissão. Nos últimos meses de 2009 começou um novo ciclo com Carlos Carvalhal. Um ciclo que vai ficar marcado pelo facto de ao contrário do passado recente do clube, o investimento na equipa ser significativo.

Pelo meio houve uma mudança de presidente. Bettencourt teve um principio de mandato bastante atribulado. Agora na companhia de Sá Pinto esperamos que mude o rumo e que não fique na historia do clube como um dos piores presidentes.

Foi na Champions League que se passou o pior momento do Sporting durante o ano de 2009. Nos oitavos de final da competição o Sporting foi goleado por duas vezes pelo Bayerm, primeiro em casa 5-0 e depois na Alemanha 7-1. Foi uma eleminatória que deixou toda a nação verde e branca bastante envergonhada. Também na Europa, o Sporting falhou o apuramento para a edição de este ano da Champions. Um falhanço que fez o clube perder bastante dinheiro.

Foi um ano bastante negativo para o clube. Em 2009 o Sporting praticamente perdeu dois campeonatos. Um ano para esquecer, onde é difícil encontrar pontos positivos.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

A estratégia certa

Como uns simples 15 milhões de Euros mudaram o nosso clube. De repente passamos de um clube coitadinho que não têm meios para lutar pelo titulo nacional para um clube gastador que constrói a equipa mais cara de sempre do clube, para tentar no futuro chegar ao titulo. Passamos do tempo das vacas magras para um tempo que além de podermos investir dinheiro é quase obrigatório. Os reforços que se perfilam para o Sporting são nomes que fazem sonhar os adeptos como há muito não acontecia. De Inglaterra fala-se de Pavlyuchenko, Bale e Tosic; de Espanha Manuel Fernandes, Del Horno e Maxi Rodriguez. O poderoso agente Jorge Mendes é o novo empresário de Miguel Veloso, numa prova de que o Sporting também quer os melhores conhecimentos do futebol mundial.Já que não foi o novo treinador a estimular os adeptos, têm que ser os reforços a dar animo á massa associativa. A direcção chegou á conclusão que a prata da casa não chega para os objectivos do clube. O que é preciso é uma equipa que aos jogadores da formação se junte outros jogadores de qualidade, que obviamente são caros. Basta recuar para o ultimo titulo do Sporting para se comprovar que foi assim que se construiu uma equipa campeã. Este Sporting têm mais hipóteses de sucesso e cativa muito mais os adeptos mas têm um grande SE? Em caso de não correr bem o prejuízo vai ser bastante perigoso. Não me preocupo de onde vêm os 15 milhões mas preocupa-me bastante que este dinheiro apenas sirva para aumentar o passivo. À seis meses atrás havia um senhor que era candidato a presidência do Sporting que também prometia investimento. Para muita gente não passava de um " Vale e Azevedo". Mas afinal ele já sabia mais cedo qual tinha que ser a estratégia. Quem não arrica não petisca...

domingo, 27 de dezembro de 2009

Pongolo



Simana-Pongolle é o terceiro reforço de Inverno do Sporting. O ex jogador do Atlético de Madrid é um ponta de lança veloz que também pode actuar como extremo. É um jogador que desde cedo demonstrou potencial, razão pela qual ingressou no Liverpool ainda bastante novo. Embora todo o potencial que lhe foi detectado falhou sempre nos grandes clubes, Liverpool e Atletico de Madrid. Agora em Alvalade vai tentar reencontrar-se com os golos e quem sabe regressar á selecção Francesa. É um jogador que vai acrescentar qualidade á frente de ataque e quando o Liedson recuperar é o grande favorito a ser o seu companheiro de ataque. A sua principal qualidade é a velocidade e a facilidade de remate.O valor da compra ainda não foi revelado, mas se andar á volta dos 6 milhões de Euros como é falado na imprensa, vai tratar-se da segunda contratação mais cara de sempre do Sporting.

sábado, 26 de dezembro de 2009

O bom jogador que não precisamos


Ruben Micael é sem margem para dúvidas um excelente jogador. É um médio centro bastante completo que actua normalmente no Nacional na posição de 10. Estranhamente ainda não se estreou pela selecção portuguesa. Devido ás excelentes exibições que realizou no ultimo campeonato e especialmente na edição deste ano da Liga Europa, é alvo do interesse de vários clubes. Entre eles e muito bem posicionado para a sua contratação está o Sporting. Embora toda a qualidade que apresenta não me parece uma contratação acertada.

A direcção do Sporting devia de contratar jogadores para as posições que apresentam mais debilidades , como tal não acho necessário a contratação do Ruben Micael. Para o centro do terreno o Sporting está bem servido com: João Moutinho, Miguel Veloso, Matías e Adrien. Para além destes jogadores o Sporting ainda conta com os jovens André Santos e Ibrahim Rabiu que num futuro recente podem ser bastante úteis ao Sporting a actuarem no centro do terreno. O Sporting devia de investir o dinheiro num extremo de qualidade ou num defesa esquerdo. É necessário rigor para que o investimento feito na equipa traga sucesso. Neste caso a falta de rigor está na incapacidade para perceber quais são as necessidades da equipa.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Feliz Natal

O melhor lateral direito do campeonato


João Pereira foi a primeira surpresa de Natal que o nosso querido presidente nos deu. É um jogador que vem ocupar uma posição em que bem precisávamos de reforços e ainda por cima é um jogador com qualidade. Só que no meio de isto tudo está um grande mas? O dinheiro envolvido na compra do jogador. Três milhões e meio de euros é muito dinheiro para o orçamento normal do Sporting. O Sporting teve que cobrir a clausula de rescisão do atleta. O facto de o Sporting ter agora dinheiro deixa-me com um pé atrás. No passado o Sporting contratava jogadores fracos mas pelo menos ou eram emprestados ou a custo zero. Assim vai ser preciso uma melhor abordagem ao mercado para que se contrate jogadores que por três milhões sejam mais valias e mais tarde tragam retorno financeiro e assim se evite que o investimento financeiro seja um presente envenenado.Agora mais que nunca não podemos falhar. Para já o nosso plantel ganhou um verdadeiro reforço.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Na proveta


O Sporting conseguiu este sábado uma importante vitória. Apesar de a exibição não ter sido nada de especial já se notaram melhorias e foi uma aumento de confiança para a equipa que festejou muito a vitória.

O golo que deu a vitória ao Sporting foi apontado por Saleiro (o primeiro bebe proveta nascido em Portugal) ainda na primeira parte. O jogo de ontem mostrou que a própria equipa ainda está numa "proveta" a ser estudada para se perceber qual a melhor maneira de a equipa conseguir jogar bem e ganhar. Ontem Carlos Carvalhal já mostrou algumas opções que beneficiaram o rendimento da equipa: trocou Polga por Tonel e apresentou a equipa em 4-4-2. Com as alterações a equipa ganhou coesão que lhe permitiu partir para uma partida segura. Notou-se que na segunda parte a equipa não esteve tão nervosa e conseguiu criar algumas boas jogadas colectivas. Com as mudanças de Carvalhal destaco a melhoria de dois jogadores: Saleiro, que começou como 5º opção e agora já é a 2º opção e que marcou ontem um golo que já merecia ter marcado na quarta; Adrien, tem tido os minutos com Carvalhal ao contrário do que tinha com o Paulo Bento, demonstra muitas qualidades a destruir jogo mas muitas dificuldades quando é preciso criar, especialmente devido aos vários passes errados. Esperamos que em Janeiro cheguem reforços de qualidade que possam ser integrados na equipa com vista a que o que saia da "proveta" tenha capacidade para superar no mínimo Nacionais e Marítimos até final da época.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Raking de sites\blogues Sportinguistas

O site www.SportingApoio.com lançou a ideia de eleger o melhor espaço da Internet relacionado com o Sporting. O blog Sporting Sector A12 está inscrito nesta competição. A votação vai decorrer a partir de dia 23 de Dezembro até ao final do ano e vota-se no site do Sporting Apoio. Participe!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Congelado

Não foram as temperaturas muitos baixas que se fizeram sentir durante a semana em Portugal, nem as temperaturas negativas que fizeram em Berlim que congelaram o Sporting. O Sporting já está congelado há muito tempo. Não era o cérebro de Paulo Bento que afinal estava congelado. O que está congelado são as cabeças dos jogadores do Sporting e da direcção do clube.

Depois de mais uma exibição vergonhoso nesta quinta feira para a Liga Europa que acabou com uma derrota frente ao ultimo classificado da Liga Alemã, jogadores e técnicos disseram:

Carlos Carvalhal
"Fiquei contente com a equipa, especialmente em termos de qualidade de jogo e circulação de bola. Fizemos um jogo agradável, mas acabámos penalizados numa situação em o adversário faz o golo num ressalto"


João Moutinho

"Acho que fizemos um bom jogo, criámos bastantes oportunidades. O Hertha acabou é por ser mais feliz ao sair daqui com uma vitória"

Rui Patrício«Fizemos um excelente jogo, uma excelente exibição mas infelizmente perdemos. Temos que levantar a cabeça mas sentimos que estamos a crescer.»

Levantar a cabeça? Será que não é preciso mas é começar a trabalhar a sério? A esta conversa de levantar a cabeça apenas respondo ao levantar o meu dedo do meio. Depois de Paulo Bento ter dito que a equipa no principio da época tinha sido afectada pelos bons resultados do benfica, estas declarações são mais uma prova de uma tremenda falta de atitude. Será que a equipa tem a mínima noção dos objectivos do clube?Será que pensam que estão no Sporting de Braga ou Sporting da Covilhã? Apenas consigo ver uma cambada de lixo ( dois ou três que se safam) que é paga a preço de ouro. Na minha opinião era despachar estes pseudo-jogadores e apostar nos jovens na academia, pois é aí que está a força do Sporting.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Mercado já está a Mexer

Mourinho disse um dia que o mercado "é como as portas do faroeste", e em Janeiro é o que vai mesmo acontecer pelos nossos lados.

Em termos de entradas já chegou o defesa central Mexer. Já falado há muito tempo apenas hoje chegou a Lisboa juntamente com mais um defesa central júnior á experiência. Mexer vai perder algumas semanas de competição devido á CAN, mas depois vai estar disponível para disputar o lugar com o Polga e o Tonel para ser o parceiro de Carriço. Para a posição de extremo têm-se falado muito ultimamente de possíveis reforços. Os suecos Bajrami e Tobias Hysen e o empréstimo de Danny são algumas hipóteses. Pateiro do Leiria mostrou ontem que pode ser um jogador bom para o Sporting, é um médio ofensivo rápido e com boa capacidade de passe. Cristiano que podia ser um jogador interessante para o Sporting escapou-se para o PAOK da Grécia. Continua-me a preocupar o facto de não se falarem de defesas laterais. São as laterais da defesa que o Sporting apresenta menos qualidades e não quero acreditar que vamos cometer o mesmo erro do mercado de Verão de não contratarmos nenhum jogador para esta posição. Sinal positivo é o facto de a equipa técnica estar neste momento primeiro a analisar os jovens e só depois partir para o mercado externo.

Em relações ás saídas é um processo complicado. É óbvio que é necessário puxar o autoclismo. Mas será que depois vamos conseguir encontrar melhor jogadores? Angulo já saiu. Caicedo deve de ser o próximo a receber guia de marcha. Isto mostra bem que duas das três contratações desta época não renderam e que não conseguiram fazer melhor do que os já estavam na equipa. Pedro Silva é um jogador com mercado ( foi alvo de interesse no Verão) e como tal devia de ter a porta aberta para sair. André Marques e Saleiro devem de ser emprestados pela milésima vez.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Primeira parte assassina


Quando se não faz um único remate durante a primeira parte é difícil ganhar-se jogos. Dar-se 45 minutos de avanço é reflexo de falta de atitude. Se a equipa na segunda parte mostrou capacidade de dominar o Leiria porque não conseguiu fazer isso na primeira parte? Provavelmente porque os meninos para se motivarem têm que se ver a perder e não conseguem entrar em campo já com vontade de ganhar. Quando só se joga uma parte, já só á metade do tempo para marcar golo e a equipa adversária passa a defender com toda a equipa, o trabalho fica muito mais difícil. O Sporting na segunda parte criou jogadas de perigo mas Liedson não as conseguiu concretizar. As oportunidades não foram muitas, mas mesmo assim podiam ter chegado para pelo menos levar um ponto.

Foi mais uma pálida exibição que deixa os adeptos do Sporting a temerem uma temporada má de mais para ser verdade. Vamos acreditar que ainda vamos na "pré-época" e que vão chegar reforços de qualidade em Janeiro.Quando mais nos afundamos mais difícil é depois de sairmos.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Lances mágicos na mediocridade

Matias Fernandez, Liedson, Rui Patrício e Elmano Santos foram os grandes responsáveis para que o jogo contra o Setúbal tenha sido vencido por nós e os responsáveis por assegurarem algum (pouco interesse) ao jogo.

Matías e Liedson foram responsáveis pelo primeiro golo do Sporting logo aos 5 minutos. Matías fez uma assistência primorosa e Liedson respondeu com uma excelente finalização. Foi um bom entendimento entre os dois principais responsáveis pelo que o Sporting de bom tem feito no ataque esta época. Como o golo cedo não conseguiu catapultar o Sporting para um exibição conseguida foi necessário uma exibição de Rui Patrício com lances mágicos para a equipa não sofrer golos. O primeiro lance foi uma grande defesa a resposta a um cabeceamento á queima roupa e o outro já na segunda parte num lance á imagem do que Quim tinha feito uma semana antes em Alvalade a resposta do remate de Veloso.O Sporting apenas conseguiu matar o jogo num lance bastante caricato. O Guarda-redes adversário pensava que a o jogo estava parado e pontapeou a bola á toa para o meio do relevado quando ainda não estava na baliza, a bola foi parar aos pés de Liedson que fez provavelmente o golo mais fácil da carreira. O lance é irregular, não porque o jogo tinha sido parado pois o auxiliar dá a informação para o jogo continuar mas sim porque a bola antes de ser chutada por Nuno Santos já tinha transposto a linha de fundo.

A mudança de treinador não trouxe melhorias em termos de jogo mas ainda temos que dar mais tempo. Para que o campeonato não seja um longo caminho penoso com poucas vitórias pelo meio é necessário uma boa abordagem ao mercado de Inverno. É preciso reforçar certas posições ( laterais e extremos as mais urgentes) para se acabarem com adaptações ( Miguel Veloso nunca é médio esquerdo) para que a equipa possa ter melhores atletas em campo.Bom sinal, o facto de virem jovens emprestados pelo Sporting ao Massama para mostrarem se já podem ser úteis á equipa.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Menos um ordenado para pagar

Angulo chegou já em cima do fecho do defeso e apresentou-se como um jogador que iria dar experiencia á equipa. Já não iria ser o extremo espontâneo dos tempos do Valencia mas as suas características assentavam bem no lado direito do losango de Paulo Bento, lado direito que estava enfraquecido com a ausência de Izmailov. Angulo não deu experiencia nem outra coisa qualquer á equipa. Teve várias hipóteses de se mostrar, chegou mesmo a ser titular em mais do que uma ocasião, mas nunca chegou a um rendimento mínimo. Ao principio ainda se disse que o seu baixo rendimento era devido a muito tempo que teve sem jogar nos últimos anos mas rapidamente se chegou á conclusão que Angulo que tinha sido uma má contratação. Hoje o jogador espanhol rescindiu o contrato com o Sporting, provavelmente porque Lisboa não era o local indicado para gozar a sua reforma. O Sporting não perde nenhum jogador apenas fica a ganhar porque paga menos um ordenado. Fica mais espaço para os jovens evoluírem, como por exemplo Adrien e Rabiu.

Turbulência

Uma mudança de treinador é muito mais que uma chicotada psicológica. O novo treinador não entra na equipa diz umas palavras mágicas e pronto, a equipa passa a jogar muito melhor. A realidade está muito longe disto. A entrada de um novo treinador muito provavelmente melhora o estado psicológico da equipa, mas para se atingir resultados a parte psicológica é uma ínfima parte de um longo processo. O treinador não vai poder escolher o esquema táctico e depois os jogadores que melhor se encaixam, vai ser o processo inverso. O novo treinador vai ter que primeiro ver os jogadores que têm á disposição e depois pensar como vai organizar o esquema táctico para a equipa render melhor. Muitas vezes o esquema táctico pode nem ser o que o treinador mais se identifica. Um treinador que chegue a meio da época além de ter um trabalho muito mais difícil não vai ter a pré-época, os jogos a doer podem estar a uma distância de poucos dias. Carlos Carvalhal vai ter que lidar com todos estes problemas. O trabalho de Carvalhal vai andar muito á volta de ver por que ponta pode pegar no plantel para chegar á melhor táctica. O jogo contra o Heerenveen prova que o novo treinador ainda estuda várias alternativas, vai experimentando um jogador em mais do que uma posição para ver onde melhor podem render. Com certeza que vai ser mais urgente que nunca reforços de Inverno para que a equipa se torne mais á maneira do novo treinador. Com ainda tanto trabalho pela frente e tão pouco tempo é difícil de se esperar que a equipa renda como se tivesse em situações normais. Então e o jogo contra o Benfica? Trata-se se um jogo completamente diferente, pois é um jogo grande. Nestes jogos com todo o ambiente á volta da equipa, esta ganha uma alma diferente e tudo se torna mais fácil.

A juntar a esta turbulência que se forma com a chegada de um novo treinador, Liedson veio piorar as coisas com polémicas reacções. Numa equipa vive-se uma ditadura onde o treinador é o ditador. Os jogadores apenas têm que obedecer. Liedson pôs em causa as decisões do treinador que visa o melhor para a equipa defendendo o que lhe satisfaz mais. Se é para jogar em 4-3-3 é porque é o mais apropriado para a equipa. Neste esquema Liedson pode ter um menor rendimento, mas em geral a equipa joga melhor do que se joga-se em 4-4-2, mesmo que Liedson joga-se melhor neste ultimo esquema táctico. Outro tema que Liedson trouxe á baila foi o facto de dizer que se sente em fracas condições e que se calhar não devia de jogar. Se quisesse falar com o treinador sobre este assunto fazia em particular e nunca na imprensa. Mesmo em má forma Liedson é um jogador importante para a equipa. Muitas vezes os jogadores fazem o sacrifício de jogarem lesionados pelo melhor da equipa. Mas neste caso nem tem vontade de jogar mesmo não estando lesionado. Uma melhor forma conquista-se com trabalho e empenho. Espero que este seja um caso isolado no grupo de trabalho e que toda a equipa esteja unida para passar este zona de turbulência que tanto pode ser grande como mais pequena.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Manter a confiança alta

O que se pede para o jogo de hoje contra o Heerenveen é que a equipa consiga manter os níveis de confiança dos adeptos elevados. Depois de uma boa exibição contra o Benfica é importante que a equipa volte a realizar uma boa partida no jogo de hoje para a Liga Europa. Pede-se mais do que uma vitória, pede-se uma exibição na continuidade do jogo anterior. Sabendo que ainda não podemos pedir muito, mas queremos voltar a ver uma boa organização defensiva e boa capacidade de ter a bola no meio campo. Os adeptos galvanizam-se com a equipa a realizar bons jogos com naturalidade e não apenas raramente.

Depois de um 4-3-3 na primeira parte contra os Pescadores, um 4-4-2 na segunda parte contra aos Pescadores e no jogo contra o Benfica outro 4-3-3 com carecterísticas diferentes, hoje vamos levantar mais um bocado do véu sobre que táctica quer implementar o Carlos Carvalhal.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

África, um continente a explorar


Depois de o Sporting ter criado uma Academia de Futebol em África fala-se agora do interesse do Sporting em dois jogadores do Desportivo de Maputo. O Sporting parece estar agora a tentar descobrir um novo mercado de jogadores que é o Africano. É um mercado que têm as vantagens de ser barato e dos atletas terem capacidades físicas bastantes boas. explorar. Os dois atletas que se falam são Mexer e Zainadine, são ambos defesas centrais. O primeiro devido ao interesse de outros clubes fala-se da sua adquirição imediata e em relação ao segundo ainda tinha que realizar testes na Academia.

O Sporting podia seguir o exemplo de vária equipas francesas que apostam bastante nos jovens africanos e depois conseguem criar excelentes jogadores que ainda lhes dão muito dinheiro nas suas vendas.

domingo, 29 de novembro de 2009

De Derby teve pouco


Metade do país ficou com o golo encravado na garganta. Durante os noventa minutos nenhuma equipa consegui marcar e o jogo acabou com um aborrecido 0-0, ainda mais deprimente quando se trata de um Derby.Sem golos e expulsões nem sei se posso falar em Derby.Apesar de tudo o resultado acaba por se justificar o que se passou no relvado.

O Sporting apresentou-se em campo com uma equipa mais defensiva do que o habitual, apenas um atacante e o Veloso a jogar a médio esquerdo. Porém esta táctica não foi sinonimo de defesa. Na primeira parte o jogo foi disputado sem nenhuma equipa se mostrar superior á outra. O Sporting teve um meio campo muito aguerrido mas sentiu sempre a falta de mais um elemento no ataque. O meio campo reforçado do Sporting também teve a vantagem de assegurar maior solidez defensiva á equipa, que na primeira parte não foi incomodada. A segunda parte trouxe mais vontade por parte do Sporting em chegar á vitória e um Benfica melhor a sair em contra ataque. Logicamente que houve mais oportunidades de perigo. A melhor do Sporting foi através de um grande remate de Veloso em que Quim respondeu com uma grande defesa, o Benfica assustou através de um remate de Di Maria quando este estava na cara de Patrício, mas Patrício resolveu bem a situação. As oportunidades que apareceram na segunda parte não foram muitas e a cima de tudo não foram suficientes para haver um vencedor.

O Sporting enfadonho dos últimos meses parece ter se ido definitivamente embora. A equipa demonstrou garra e vontade de jogar e a juntar a isto uma boa organização. Então o que falhou para não estarmos aqui a falar de uma vitória? Faltou maior dinâmica no ataque, visto que havia poucos jogadores na frente era necessário maior capacidade individual. Vukcevic e Matías não foram capazes de rasgarem a defesa do Benfica e muitas vezes Liedson esteve muito só na frente. Como se diz uma equipa começa-se a construir pela defesa por isso ainda podemos esperar melhorias no aspecto ofensivo. O MVP para mim foi o João Moutinho que hoje parecia o Xavi do Barcelona. A massa associativa mostrou um grande apoio á equipa,estando demonstrado que existe confiança em Carlos Carvalhal para levar o Sporting a bom porto. Em termos pontuais estamos praticamente arredados do titulo mas ainda há Liga Europa e Taça de Portugal para ganhar. Em relação ao Benfica, gostava de explicar ao Jesus que a culpa não foi do relvado mas sim da sua equipa que têm vindo a perder gás, que afinal não é assim tão super equipa e que não mete medo a ninguém.

sábado, 28 de novembro de 2009

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Amanha


Amanha não é dia de jogo. Amanha é muito mais do que um jogo. Amanha é a quando a paixão e o ódio se juntam numa mistura explosiva. Amanha é andar na corda bamba entre a loucura e a tristeza. Amanha é dia dos nossos corações vibrarem de tal força que a qualquer momento podem mesmo deixar de bater. Amanha é dia de quando os nossos jogadores atacam fazem-nos sonhar e quando as bolas entram na nossa área ficamos sem respirar. Amanha tanto podem sair pulos e gargalhadas ou pelo contrário lágrimas. Amanha é dia de levar cachecóis, bandeiras, petardos, tochas, very lights. Amanha é dia de Derby

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Promessas cumpridas




O nosso presidente José Eduardo Bettencourt na sua campanha prometeu que tentaria chamar mais novos sócios ao Sporting, tentando chegar aos 100 mil sócios, e que iria construir um pavilhão para as modalidades que vergonhosamente não existe. Em poucos dias conseguiu finalizar as suas duas promessas.

O seu nome é Andreia e joga Futebol nas escolas do Sporting em Sintra. É ela o sócio numero 100 mil do Sporting. Em cinco meses de mandato foram inscritos 8 mil novos sócios e assim o clube chegou a uma bonita marca.

O Sporting deu um grande passo em frente ao encontrar-se com o seu passado. A câmara de Lisboa aceitou o protocolo para a construção de um pavilhão para as modalidades. É o regresso de um Sporting diferente, um Sporting Ecléctico. Daqui a uns anos, muitos sócios vão poder voltar a apoiar as modalidades do Sporting sem terem que se deslocar por exemplo a Loures.

A direcção e todo o clube está de Parabéns.

domingo, 22 de novembro de 2009

Como tinha que ser

Começou hoje uma nova era no Sporting, e começou como tinha de ser. Além dos três pontos esperava-se uma boa exibição para aumentar os níveis de confiança da equipa, e a segunda deixou boas expectativas.

Com pouco tempo de trabalho e nesse pouco tempo com muitos jogadores ausentes nas respectivas selecções era praticamente impossível que a equipa joga-se plenamente á maneira do novo treinador. Em termo tácticos já pudemos assistir a um 4-3-3, embora ainda com muita ferrugem. Na primeira parte quando se esperava uma equipa com muita vontade de mostrar trabalho ao treinador e de passar a ideia que a crise já passou, aconteceu o contrário. Tivemos uma primeira parte em que se acumularam erros na defesa e incapacidade pra criar perigo. Quando o adversário era Os Pescadores da Caparica torna-se.... mesmo sem palavras. Com o chegar do intervalo perdíamos 1-0 e era surpresa só para quem não viu o jogo.

Na segunda parte alterou-se o esquema para 4-4-2 ( Grimi saiu e Postiga entrou) e bastaram 25 minutos para matar o jogo. Sem realizar uma exibição do outro mundo o rendimento subiu o suficiente, acompanhado de uma grande eficácia na ataque para marcar 4 golos ( Veloso duas vezes, Moutinho e Liedson).

A segunda parte serviu apenas como um pequeno aperitivo e a primeira para a equipa demonstrar o que não vai voltar a acontecer. No primeiro esboço do Sporting realço o facto do Sporting na segunda parte mesmo a ganhar não ter parado de atacar e de termos assistido a um treinador muito mais activo no banco. Liedson voltou aos golos o que é sempre importante antes de defrontar o seu carrasco favorito. Negativo vai ser a baixa de Tonel no jogo contra os lampiões, que obriga á dupla Carriço\Polga a ser a escolhida. Se a equipa já se mostrou mais alegre e descontraída então com o resultado de hoje é de esperar ainda mais vontade e capacidade para ajudar o clube a atinjir os objectivos.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Pré-época fora de tempo

Outra prova de que esta época desportiva foi mal preparada é o facto de o dinheiro para reforços só chegar agora na reabertura do mercado. Com certeza que Paulo Bento também tinha a consciência que precisava de mais reforços do que aqueles que teve.Agora Carlos Carvalhal vai necessitar de jogadores para posições que não foram reforçadas e ainda mais para substituir contratações mal feitas. O mercado de Janeiro normalmente não costuma ter contratações muito felizes, mas para esta época não há outra hipótese.

Para várias contratações estão disponível cerca de 7 milhões de Euros. Visto que o Sporting já comprou esta época Matías, é um aumento significativo, mas mesmo assim muito longe dos nossos rivais. Ao que tudo indica vamos deixar de viver muito ás custas de empréstimo. As posições que em principio vão ser reforçadas são: defesa esquerdo, extremo e ponta de lança.

Para a posição de defesa esquerdo não se trata da falta de opções ( Grimi, André Marques e Caneira) mas sim de nenhum destes jogadores mostrar qualidades suficientes. Uma boa opção era o Evaldo do Braga, mas com o bom momento que o Braga passa e neste momento o atleta estar valorizado para valores que o Sporting não pode suportar é uma hipótese difícil de concretizar. A imprensa falou no regresso de Tello, mas não me parece suficientemente melhor e a sua raelação com os adeptos não iria ser a melhor, fruto do modo como abandonou o Sporting.

Com o sistema de 4-3-3 que Carlos Carvalhal espera implementar no Sporting é necessário extremos. Apenas Vukcevic apresenta as qualidades para jogar em tal posição, logo até Janeiro devemos jogar á base de adaptações. Danny e Quaresma são dois possíveis interesses, ambos necessitam de jogar para poderem ir á África do Sul. São dois jogadores que entrariam de caras no onze mas como tal a competência por estes atletas é feroz.

De flop em flop lá se vai gastando dinheiro na procura do parceiro ideal de Liedson. Em Janeiro espera-se uma nova tentativa de se encontrar o tal parceiro. Desde há muito que se fala do interesse em Carlão que desde que chegou a Portugal, tem mostrado bons dotes a juntar a muitos golos. O Sporting não aproveitou quando ainda era o único a demonstrar interesse e agora o passe já está avaliado em 4 milhões e com vários clubes atrás dele.

Vai ser difícil satisfazer todos os pedidos do novo treinador, mas alguns reforços vão chegar de certeza. Na reabertura do mercado vai ser hora de Sá Pinto e Salema Garção começarem a justificarem os seus cargos.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Já estamos no Pote 2


Mundial África do Sul 2010

Pote 1: Brasil, Espanha, Itália, África do Sul, França,Alemanha, Argentina,Inglaterra

Pote 2: Holanda, Portugal, Eslovénia, Suíça, Grécia, Servia,Dinamarca, Eslováquia

Pote 3:Costa do Marfim, Gana, Camarões, Nigéria, Argélia, Paraguai, Chile e Uruguai\Costa Rica

Pote 4: Japão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, México, Honduras

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Nós estamos contigo!!


Toda a nação Sportinguista têm a importante responsabilidade de dar todas as condições para que Carlos Carvalhal consiga desenvolver o seu trabalho com sucesso. Pelo que se vê Carlos Carvalhal aterrou no Sporting de "para-quedas" e ainda é um corpo estranho no clube. A direcção é a grande responsável pela ainda fraca aceitação do novo mister. É inadmissível que o treinador chegue e não tenha direito a uma conferencia de imprensa, apenas a um vídeo no site do Sporting. Era importante ver o novo treinador ao lado do Presidente e Sá Pinto. A direcção têm que demonstrar que é este o treinador indicado para o clube e não a segunda ou terceira opção. O facto de ter um vinculo de apenas seis meses demonstra que a direcção não está muito confiante no sucesso deste novo ciclo. Bettencourt devia de demonstrar a confiança neste novo treinador como tinha no Paulo Bento, e não como uma contratação feita em cima do joelho.

Os adeptos depois de alguma desilusão na contratação de Carlos Carvalhal já se mentalizaram que é o treinador do Sporting e que o vão apoiar até á exaustão. Neste momento a massa associativa já consegue ver aspectos positivos na contratação do novo treinador. Sábado no Restelo espera-se a primeira demonstração de apoio total a toda a equipa que entra num novo ciclo. Como tem vindo a ser hábito no inicio do mandato de Bettencourt, o presidente volta a ficar mal na fotografia.

domingo, 15 de novembro de 2009

Carlos Carvalhal é o novo treinador


Bettencourt tinha razão quando avisou que o novo treinador iria ser uma surpresa. Quando toda a gente pensava que ia ser um treinador estrangeiro e experiente, o eleito foi Carlos Carvalhal.

No percurso de Carvalhal destacam-se dois momentos:
- Quando na época de 2001\2002 conseguiu com o Leixões ( que estava na 2ºdivisão B) chegar á final da taça de Portugal, que acabaria por perder para o Sporting.
- Mais recentemente na época 2007\2008 levou o Setúbal á Europa, e conquistou a primeira edição da Taça da Liga, frente ao Sporting.

Apesar destes bons moimentos têm passagens por clubes de maior dimensão e com melhores meios que não cumpriu os objectivos: Belenenses, Braga e Marítimo. Neste ultimo caso do Marítimo, em 17 jogos venceu apenas 2!!!. E o problema não era da equipa pois com a mudança de treinador até já ultrapassou o Sporting.

Vai entrar num balneário difícil, os adeptos ficaram bastante desiludidos com a sua entrada no clube, o primeiro jogo no campeonato é contra o Benfica; por isto tudo e com a situação que se vive no clube pedia-se um treinador com um melhor currículo e mais experiência. Vamos apoiar o novo treinador, para isso é melhor esquecermos os nomes de possíveis treinadores que nos fizeram sonhar. Mas, podemos nos lembrar que o Cajuda e o Nelo Vingada foram hipóteses e assim até ficamos satisfeitos.

sábado, 14 de novembro de 2009

Treinadores do dia

Quando tudo indica que o Plano B do Sporting consiste num treinador estrangeiro, os jornais já começaram a mandar nomes para o ar. Para A Bola o alvo do Sporting é o Fatih Terim, ex-seleccionador da Turquia que chegou ás meias finais do Euro 2008 e que agora falhou o apuramento para o Mundial. Por seu lado o Record fala em Pekerman, como alvo de interesse do Sporting. O experiente treinador argentino de 60 anos é um treinador com muito sucesso nas camadas jovens da Argentina. Em 1995, 1997 e 2001 foi campeão mundial de sub-20 com a selecção Albiceleste. Teve a sua oportunidade como seleccionador da Argentina, mas não foi feliz no Mundial de 2006.

Não acredito muito na credibilidade destas noticias visto que o Sporting começou á muito pouco tempo em pôr o seu plano B em prática. E desde que ouvi (e escrevi) que o Sporting estava interessado no Manuel Cajuda já desconfio muito do que saí na imprensa. Mesmo assim destes dois nomes o que mais me agrada é Pekerman. Pekerman têm um excelente historial de trabalho nas camadas jovens o que é muito importante no nosso clube.

Plano B

O Sporting não conseguiu contratar o jovem treinador Villas Boas á Académica. Voltou a faltar ao Sporting capacidade para negociar. Quando o Sporting têm o seu primeiro presidente profissional da história ainda se torna mais triste a incapacidade de negociar do nosso clube. Agora é altura de apontar as baterias para o Plano B. Sobre o Plano B fala-se agora de um treinador estrangeiro. Mas se o Sporting nem conseguiu trazer um jovem treinador com cinco jogos como treinador principal, parece que vai ser difícil trazer um treinador com a qualidade que todos gostávamos de ver.

Com o rodopio de nomes, com o que hoje é verdade amanha já é mentira, ainda não podemos descartar a hipótese Villas Boas para ser o futuro treinador do Sporting.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Robert Enke 1977-2009

Já vamos na clasula de rescisão?


Pelos que se lê na imprensa desportiva já só falta negociar o valor que o Sporting têm de pagar á Académica para que Villas Boas seja o novo treinador do Sporting. Depois de ser o adjunto do Special One durante várias épocas, bastou apenas algumas semanas na Académica para interessar ao Sporting. Uma grande incógnita, mas neste momento nenhum grande treinador estava disponível. Mais vale apostar num que pode vir a ser um grande treinador do que num que já sabemos que não é um grande treinador.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Futuro mais claro

O Futuro já se começa a decidir. Sá Pinto vai te um lugar na direcção de futebol do Sporting, embora ainda não se saiba em que funções. Em relação ao treinador principal o nome Manuel Cajuda é hoje posta de parte e André Villas Boas é dado como o principal favorito para o lugar. São apenas especulações mas onde costuma haver fumo há fogo. Certezas só que a restante equipa técnica do Sporting vai abandonar o clube. Já não falta muito para a especulação do substituto de Paulo Bento acabar.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Manuel Cajuda interessa


A comunicação social de hoje avança com o interesse do Sporting em Manuel Cajuda para substituir Paulo Bento. Encaixa no perfil de treinador Português e experiente, que se fala como o que a direcção procura. Manuel Cajuda já teve passagens com sucesso pelo Braga e Guimaraes.

domingo, 8 de novembro de 2009

É preciso encontrar o caminho

O Sporting precisa urgentemente de encontrar o caminho certo pois se continuamos neste caminho esta época pode ser histórica pelas piores razões. Este caminho leva-nos ao abismo, e aí não convém dar um passo em frente.

O jogo de hoje só agravou mais o estado depressivo do clube. Hoje, a equipa
conseguiu rubricar uma boa primeira parte, chegando ao intervalo com uma vantagem de dois a zero. A segunda parte espelha bem o clima que se sente no clube. O Sporting apresentou-se apático quando não tinha razões para isso, a equipa estava em vantagem e a jogar bem. Paulo Bento disse que nunca conseguiu libertar os jogadores de condicionantes, é preciso descobrir urgentemente saber o que se passa na cabeça dos jogadores para conseguirmos começar a escalar na tabela. Esta segunda parte não é inexplicável João Moutinho. Porque alguma coisa se passa. Com tal apatia o Rio Ave empatou o jogo, e ainda podia ter dado a cambalhota no marcador se tivesse aproveitado a expulsão de Carriço (diga-se extremamente injusta).

A juntar ao rendimento desportivo, o nosso Presidente continua a ser ele um verdadeiro " terrorista" a contribuir para o aumento do estado de depressão do clube. A conversa de insultar os adeptos que pediam a demissão de Paulo Bento é simplesmente vergonhosa. Ainda por cima quando o próprio Paulo Bento admitiu que já estava a mais. É preciso estarmos todos unido, e o Presidente nada ajuda em referir-se aos 10% ( que não votaram nele) como pessoas que querem o mal do Sporting. Para estarmos todos unidos é preciso ter certas atitudes:
- os adeptos deixarem de pensar no Paulo Bento, como se ele fosse o único capaz de levar o Sporting a bom porto. Paulo Bento era um treinador medíocre e é bem possível fazer melhor. O ciclo Paulo Bento já passou!!
- outra atitude é todos acreditarmos no Presidente e na direcção em geral. O Presidente vem de um grave desgosto amoroso e por isso é melhor esquecermos algumas declarações e atitudes do mesmo. Vamos acreditar que quem está no poder vai encontrar a melhor opção para o clube.

Vamos ter agora uma paragem no campeonato, vamos acalmar os ânimos e mostrar apoio á equipa. Vamos mostrar que somos um clube organizado e civilizado, por se não nenhum treinador vai querer pegar na equipa.

sábado, 7 de novembro de 2009

Rumores

Neste momento circulam pela imprensa desportiva vários nomes que podem vir a ser os sucessores de Paulo Bento. Para mim, devido ao nosso Presidente ter dito ontem que ainda não se tinha focado na procura de um novo treinador, os nomes são apenas desejos de vários adeptos que circulam por Forum's e Blogues e que passaram para a imprensa.
Os "supostos" treinadores que podem vir para o Sporting são:
André Villas Boas
Manuel Machado
Manuel Fernandes
Scolari
Co Adriaanse

Será que vai ser José Eduardo Betencourt a decidir ?

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Bettencourt também pode cair

No efeito dominó, o Presidente José Eduardo Bettencourt pode ser o próximo a abandonar o navio. As suas declarações na sala de imprensa apontam para o sentido de que não está com condições para continuar. Ao dizer que 90% dos sportinguistas vão ficar com o Paulo Bento forever no coração e no futuro vão ser 100%, demonstra que não acredita que o próximo treinador faça melhor que o Paulo Bento. Bettencourt demonstrou hoje pela sua postura que parece que não acredita num bom futuro do Sporting sem o Paulo Bento e ainda se fartou de mandar recados para dentro do Sporting. Ainda hoje o Presidente tentou agredir um adepto quando saiu da conferência de imprensa, por este pedir a demissão de Ribeiro Teles. Esta atitude só demonstra muito nervosismo por parte do líder máximo do Sporting. A juntar a isto tudo ainda há as saídas de Ribeiro Teles e Pedro Barbosa. Espero que se mantenha na direcção do clube pois o clube precisa de estabilidade a nível directivo, especialmente quando o presidente já tem processos em marcha: reestruturação financeira e a construção de um pavilhão.

Efeito Dominó


Paulo Bento não saiu sozinho e Pedro Barbosa( ex director desportivo) e Ribeiro Teles ( ex vice-presidente da sad) decidiram abandonar a estrutura directiva do Sporting. Já que estes dois senhores estavam envolvidos no projecto de Paulo Bento no Sporting, decidiram por solidariedade também terminarem o seu percurso no Sporting visto que também são responsáveis pelos maus resultados. Hoje é o dia da mudança de quem vai mandar no nosso futebol, espero que as saídas fiquem por aqui, sem ser alguns jogadores mas para isso vamos ter que esperar até Janeiro.

Paulo Bento abandona Sporting


Paulo Bento não resistiu á má serie de resultados do Sporting e pediu a demissão. Assim acabou um ciclo de mais de quatro anos.

No momento de saída Paulo Bento sente-se um misto de emoções. Primeiro sente-se um alívio, pois a situação já estava a ser insuportável e o único caminho era mesmo a mudança de técnico. A equipa estava longe de render os mínimos, e com sempre as culpas caem em cima do treinador. Toda a gente via que o Paulo Bento já não conseguia levar o Sporting aos seus objectivos. Notava-se que quer a equipa e o treinador não estavam a conseguir evoluir ao longo das temporadas. Os adeptos com toda a razão mostravam-se descontentes e queriam mudar de rumo. O próprio Paulo Bento admitiu que estes últimos quatro meses já foram a mais.

O outro sentimento é uma sensação de injustiça para o Paulo Bento. Paulo Bento não pode considerado o único culpado pois vai muita coisa mal além de o treinador. Como o nosso presidente disse no passado recente, Paulo Bento nunca iria sair pela porta pequena, mas acabou por sair. Paulo Bento chegou numa época difícil ao Sporting, a meio de uma época a substituir José Peseiro. Com a pouca experiencia que tinha, muita pouca gente esperava que pudesse chegar onde chegou. Apesar de nunca deslumbrar dentro de campo conseguiu proezas para o Sporting: conquistou duas Taças de Portugal e duas Supertaças, o que para o passado recente do Sporting foi bom em tão pouco tempo; conseguiu pôr por quatro vezes seguidas o Sporting na Champions o que para o historial do Sporting foi obra. Ficou a faltar o campeonato, que se calhar deveu-se á pouca experiencia enquanto treinador . Paulo Bento, apesar de todas as limitações enquanto treinador, em termos da sua pessoa não há nada a criticar. Paulo Bento sempre foi um exemplo, foi um verdadeiro leão como sempre defendeu o clube e os seus jogadores. Neste momento Paulo Bento deve de ter o peito todo desfeito, devido às varias vezes nestes quatro anos que sozinho teve que dar o corpo às balas.

Neste momento vive-se uma fase muito emotiva no Sporting que vai ter de ser ultrapassada rapidamente. É necessário chegar um treinador capaz de juntar as tropas e conseguir levantar o ânimo da equipa. Todos os ciclos têm um fim, e o de Paulo Bento acabou neste momento. Vão ficar na memória coisas boas e outras menos boas, é a vida. Como disse muitas vezes Paulo Bento “ vamos levantar a cabeça e continuar a trabalhar”.

Boa sorte Paulo Bento para o teu futuro e Alvalade vai ser sempre uma casa tua.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

" " " " " mas ainda pior

" " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " "" " " " " " " " " " " " " " " " " " ." " " " " " " " " "
" " " " " " " " " " " ." " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " " .
Este Sporting já nem merece que eu perca o meu tempo a pensar em textos para o blog. . Estas aspas significam que foi mais um jogo igual a outros tantos esta epoca, que nem me apetce voltar a descrever uma exibição vergonhoso, desta vez contra uma equipa que nem apresenta qualidade para a nossa primeira liga. Se quiserem podem ver as cronicas dos outros jogos desta época que anda tudo á volta do mesmo.

Ainda pior neste jogo, pois já se viu um boicote por parte da Juve Leo e Directivo em apoiarem a equipa, o que demonstra que até já as claques não podem com este Sporting

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O 7º lugar fala mais alto


Hoje a equipa não merecia perder, já jogamos muito pior e vencemos. Hoje a equipa até entrou com vontade de ganhar, fruto disso nos primeiros 10 minutos houve oportunidades de golo para os dois lados. Depois dos primeiros 10 minutos a primeira parte perdeu o interesse e desenrolou-se sem o Sporting conseguir encostar o Marítimo ás cordas e longe de criar perigo. A segunda parte trouxe um Sporting com vontade de aproveitar os deslizes dos rivais e depois de Carriço ter estado perto do golo, Matias Fernandez fez um belo golo e pôs o Sporting na frente do marcador. Mas tal como em Guimarães, o Sporting não conseguiu aproveitar o golo de Matías e sofreu o empate. A diferença é que desta vez o Sporting ainda tinha tempo para lutar pela vitória e bem tentou. A equipa veio para a frente, o Paulo Bento pôs a carne toda no assador ( Saleiro, Postiga, Caicedo e Liedson tudo ao mesmo tempo), tivemos uma mão cheia de oportunidades flagrantes ( destaque para o remate ao poste de Caicedo já no ultimo minuto), mas a sorte também parece estar interessada na saída do Paulo Bento e o golo não surgiu.

Tal como disse hoje o equipa não merecia perder tal como os adeptos que apoiaram a equipa durante o jogo. Os assobios ficaram apenas guardados para o final do jogo, mas aí já falava o coração e a frustração dos últimos resultados. Houve mesmo adeptos mais extremistas que tentaram invadir o Hall Vip do Sporting para tentarem chegar perto da equipa e mostrarem o seu desagrado, tendo obrigado a policia a agir para que algo de grave não acontecesse. Se este resultado com a exibição que foi tivesse ocorrido numa período dito normal nada disto teria acontecido, mas quando se olha para a classificação e se vê a nossa posição (7º lugar) e uma época já perdida em Novembro, os adeptos ficam frustrados. Devemos tentar lutar por um Sporting melhor mas não devemos entrar pela violência. Pela conferência de imprensa de Paulo Bento parece que a sua saída está perto, e que daqui a uns dias venho cá escrever que o Sporting procura novo treinador.
Hoje dou os meus parabéns sinceros a toda a equipa do Sporting ( incluindo Paulo Bento) que lotou por outro resultado. Melhores dias virão.

sábado, 31 de outubro de 2009

Só servimos para encher os cofres do clube

"As maiores dificuldades são as pessoas que dizem que são adeptos (...) os adeptos estão insatisfeitos (...) então vão-se embora, era bom (...) são um dos mais importantes adversários, os adeptos (...)". by Moniz Pereira

Com estas declarações ficamos com a ideia que apenas somos importantes para pagarmos as quotas, as Gamebox (se calhar até preferem que fiquemos em casa) e para aprovarmos planos de reestruturação financeira. Esta falta de respeito por adeptos e simpatizantes deixa-me mais triste do que as exibições do Sporting, especialmente quando é dita pelo Professor Moniz Pereira, uma grande figura do Sporting que merece todo o respeito e que de quem não esperava ouvir isto.

A direcção manda-nos para casa nós mandamo-vos para um sitio que nós bem sabemos.

Morte cerebral

O Sporting neste momento passa uma fase tão grave que a identifico a um estado de morte cerebral. Na realidade estamos vivos mas é como se não estivesse mos, neste momento no reino do Leão, de uma ponta a outra tudo vai mal. O Sporting tem tido um rendimento desportivo abaixo dos mínimos na presente temporada, culpa de todos ( direcção, treinador e direcção). São os maus resultados desportivos que desencadeiam este estado de depressão que se vive no clube, que está espelhado especialmente na massa associativa. Os adeptos do Sporting neste momento não passam por uma simples fase normal e banal de descontentamento é muito mais do que isso. É sobretudo com a atitude de passividade e de inferioridade do clube em que os adeptos não se identificam. O que os adeptos querem é ver um Sporting com aspirações e sem medo de lutar taco a taco com os adeptos, e é por isto que tanta gente defende a saída de Paulo Bento como um passo para sairmos da mediocridade. Vemos um clube com uns senhores que andam de um lado para o outro há anos na estrutura directiva do Sporting sem fazer nada, apenas para viverem á custa de um clube.O nosso Presidente tem tudo para ser uma fonte de sangue novo, mas para isso tem de ser mais interventivo e saber puxar pelos adeptos. O Sporting tem de ser reanimado e isso só vai acontecer quando a massa associativa voltar a acreditar no clube e nos jogos em casa vermos um estádio com muita gente e com os lenços brancos a ficarem em casa.

domingo, 25 de outubro de 2009

O último passo da reabilitação

O Sporting depois de ter passado por uma má fase, resultado de derrota no Dragão e empate contra o Belenenses, pode esta terça-feira dar um passo para ganhar confiança e arrancar para um serie de resultados positivos. Depois de uma vitória fácil, três a zero contra o Penafiel em casa para a taça seguiu-se um jogo de nível mais difícil na Letónia e o Sporting conseguiu trazer os três pontos. Numa sequência de jogos cada vez mais difíceis o Sporting tem agora o embate em Guimarães, e é o que á partida apresenta maior dificuldade, que vai ser fundamental para testar se a equipa conseguiu melhorar o seu rendimento. O Sporting vai ter que mostrar que consegue ir ganhar a um campo difícil e assim aumentar mais a confiança da equipa. Neste momento, não há espaço para Romantismos, apenas interessam somar vitória atrás de vitória e depois porventura pensar no espectáculo. Uma vitoria em Guimarães pode ser fundamental para um novo rumo do Sporting que consiga ganhar com maior regularidade nas competições internas e assim voltarmos a acreditar no titulo com os adeptos lado a lado com a equipa.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Quando só o frio nos faz mexer

Quando para o Sporting se mexer é preciso que esteja frio pois a motivação de ganhar não é suficiente, temos uma época como esta. Ontem ainda fizemos uma boa meia hora mas depois os 60 minutos a seguir fizeram nos acordar do sonho e voltamos ao habitual, mais preocupante quando jogamos com uma equipa de nível tão baixo como Vents... qualquer coisa. O destaque além da meia hora vai para o excelente golo do Moutinho.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

4 anos de pouca tranquilidade


Fez hoje quatro anos que Paulo Bento tomou as rédeas da equipa principal do Sporting. Foram quatro anos em que houve de tudo, menos de tranquilidade,: Conquistas ( 2 taças e 2 supertaças), picardias com as arbitragens, problemas no balneário ( Veloso, Vukcevic, Stojkovic, Beto), goleadas sofridas ( Bayern época passada), roubos escandalosos ( mão de Ronny e final da Taça da Liga), descontentamento dos adeptos com direito a esperas no aeroporto e não nos vamos esquecer de um jogo que vai ficar nas nossas memórias ( Sporting 5-3 Lampiões).
Sobre estes quatro anos dava para escrever um livro, por isso brevemente ainda irei esmiuçar mais estes quatro anos. O Zbording está de parabéns, faz hoje 4 anos.

domingo, 18 de outubro de 2009

Liedson volta a salvar Paulo Bento


O Sporting precisava de ganhar pois vinha de uma serie de resultados negativos e era importante subir o animo da equipa. A vitoria foi conseguida mas com a exibição realizada, os adeptos ainda estão muito longe de terem confiança na equipa.

Mais um mau jogo de futebol que apesar da vitória, não cria esperanças nos adeptos de um bom futuro próximo. A primeira parte fica marcada por um Sporting ainda com um nível de jogo mais baixo do que o do jogo contra o Hertha, quando eu pensava que isso era impossível. Apenas criamos duas situações de perigo ( Veloso e Saleiro)e se o Penafiel mostra-se mais qualidade podia ter aproveitado os contra-ataques para criar situações de perigo. Na segunda parte entrou Adrien que se mostrou a um bom plano a justificar mais tempo de jogo, mas não foi ele o elemento fundamental para chegarmos á vitoria, para variar foi Liedson que se revelou fundamental. Basta um erro da defesa adversária para desbloquear um jogo quando na equipa adversária está Liedson, que com um remate colocado á entrada da área adiantou o Sporting na frente do marcador. O Penafiel ainda tentou reagir mas apesar do esforço notava-se uma tremenda falta de qualidade e assim o Sporting nunca teve problemas em manter a sua baliza inviolável. O jogo desenrolou-se com a equipa mais confiante e os golos chegaram naturalmente, primeiro um penalty de Moutinho e depois já nos descontos Vukcevic.
Para caracterizar a nossa exibição, está ao nível das piores actuações que podemos ver no Programa Os Idolos. Com este nível de jogo...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Mudanças de Bettencourt convecem adeptos

Depois de Soares Franco não ter conseguido convencer os sócios com o seu plano de reestruturação financeira do clube, Bettencourt alterou aqui e ali... e conseguiu. Como era de esperar nem toda a gente ficou satisfeita mas ganhou a maioria. Dinheiro pode haver agora mais para investir, mas só vai ser útil se for bem aplicado e nos deixarmos de contratar Farnerudes.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

O Povo é quem mais ordena


São os sócios do Sporting quem mandam no clube e vão ter amanhã a hipótese de exercerem os seus direitos na Assembleia Geral.
A assembleia geral tem dois pontos de discussão:
1-Discutir e votar o relatório de gestão e as contas respeitantes ao exercício findo em 30 de Junho de 2009, bem como o relatório e parecer do Conselho Fiscal e Disciplinar.
2- Discutir e votar a transmissão para a Sporting Sociedade Desportiva de Futebol, SAD da participação social detida pelo Clube na Sporting Comércio e Serviços, SA.

Estes assuntos mais burocráticos não são o meu forte, mas em relação ao ponto 2 é sabido que pode ter grande influencia no futuro do clube. Que a assembleia geral decorra de uma forma civilizada, e que mesmo que as nossas ideias não sejam aprovadas não nos esquecermos que é a maioria que manda. Se alguém quiser esclarecer melhor a real importância da AG, faça favor de dizer que ando um bocado á "toa" nesta matéria.

domingo, 11 de outubro de 2009

Por 32 votos

O jogador do Sporting Marco Caneira perdeu as eleições para presidente da junta de freguesia de Almargem do Bispo, no concelho de Sintra, por 32 votos para o adversário do PS. Usando o um termo do futebol, podemos dizer que chegou a tirar tinta ao poste. Depois de ter tentado a sua sorte a ser defesa central, defesa esquerdo, ás vezes até defesa direito e agora na vida politica, Caneira não desistas que ainda vais a tempo de encontrar a tua vocação.

sábado, 10 de outubro de 2009

Portugal quase... nos Playoff



Com a vitoria de hoje frente á Hungria, a derrota da Suécia e uma combinação de resultados no outros grupos, basta a Portugal vencer a Malta para se apurar para o Playoff e com estatuto de cabeça de série.
Cabeças de série: França, Rússia, Portugal, Grécia
Não cabeças de série: Eslováquia\Eslovénia, Bósnia, Irlanda, Ucrânia

Olhem lá quem é ele



Vejam se reconhecem quem aparece aos 19 segundos do filme

Quem gostavas de ver no lugar de Paulo Bento?

Na mina opinião num clube que vive tanto do que as camadas jovens produzem, voltaria a apostar na passagem do treinador de juniores para seniores, neste caso o José Lima. José Lima já foi campeão de juniores pelo Sporting e no inicio da sua carreira na mesma categoria já tinha sido também campeão ao serviço do Alverca. Poderia ser bastante importante na integração de novos talentos como : Diogo Rosado,Ibrahim Rabiu, Wilson Eduardo, Diogo Amado, Renato Neto, etc.
E para ti quem seria a escolha ideal para o Sporting?

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O apoio que fica pelas palavras

O nosso presidente reuniu-se com a restante administração do Sporting para discutir sobre o futuro do nosso clube, mais propriamente acerca da equipa principal e futebol. Da reunião saiu mais uma demonstração de apoio ao treinador Paulo Bento que apesar dos maus resultados conta com o apoio da direcção para continuar as suas funções. José Eduardo Bettencourt demonstrou assim que a saída do actual treinador do Sporting não está para breve mesmo com a grande insatisfação dos sócios e adeptos com o trabalho do treinador. O presidente na sua campanha já tinha avisado que iria apostar em Paulo Bento para ser treinador e ganhou com 90% dos votos, desta maneira é legitimo que o senhor presidente pense que a maioria quer a continuidade de Paulo Bento e que quem pede a saída do treinador é uma menor parte da massa associativa.

Apesar de neste momento haver um enorme descontentamento com o treinador, e de até já Isabel Trigo Mira ou Abrantes já terem vindo a público criticar a manutenção do treinador, é importante realçar a capacidade da nossa direcção se abstrair do ruído de fora e continuar a acreditar no seu projecto. Apesar da crença em Paulo Bento neste momento apenas haver na direcção, pois adeptos e até jogadores não mostram isso, a direcção em relação a apoio só se fica pelas palavras. É constantemente o treinador a desgastar-se desnecessariamente a dar a cara pelo clube quando devia ser a direcção a fazer isso, especialmente em momentos difíceis como este, pois o treinador está lá só para treinar. Bettencourt ou mesmo Pedro Barbosa (que se alguém sabe o que lá anda a fazer avise sff ) deviam defender a equipa nos maus resultados, nos assuntos da arbitragem para que Paulo Bento possa estar mais vezes com a equipa no banco e não na bancada castigado, não é deixar Paulo Bento sozinho quando as criticas chegam de todos os lados e depois vir dizer que o apoiam. É urgente mostrar esse apoio durante todos momentos e não só quando chegam os maus resultados e quando se pensa que Paulo Bento está de saída…. e afinal não, afinal contam com o apoio da direcção, é pena ser invisível esse apoio. Com apoios destes, sinceramente ainda não percebi como o Paulo Bento ainda não caiu.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

domingo, 4 de outubro de 2009

Será que não tem fim ?


Será que este futebol não vai mudar? O senhor do cabelos brancos ou o senhor do risco ao meio não conseguem perceber que assim o Sporting está a afundar-se ?

Em relação ao jogo não há muito a dizer, podem ir ver as cronicas dos jogos desta época que anda tudo á volta do mesmo. O Sporting têm posse de bola mas não consegue construir jogadas de perigo pois a equipa não têm dinâmica, não há organização. O Sporting praticamente na primeira parte apenas ia marcando quando Postiga se isolou, graças a um erro de Beto que antes já antes tinha falhado uma boa oportunidade de marcar, de resto não houve capacidade para mais nada. Na segunda parte com a entrada dos velocistas (Yannick e Pereirinha) o Sporting conseguiu abanar o jogo, mas durou tão pouco tempo quase como eles os dois demoram a percorrer 100 metros apenas resultando duas oportunidades de perigo. De resto o jogo foi-se desenrolando com um futebol lento sem nada a oferecer aos adeptos sem ser tristeza por ver o Sporting jogar assim. Os assobios o final fora justificados pois eles não merecem os aplausos que vieram da bancada norte.

Hoje deu para ver que há muito esterco nesta equipa ( Abel, Djalo, Pereirinha) mas mesmo assim este futebol não têm justificação. O discurso de levantar a cabeça e olhar em frente já não pega, já só queremos ouvir que o treinador vai mudar.O campeonato vai ter uma longa paragem, devíamos aproveitar para mudarmos de treinador. A 10 pontos do Braga, 5 do Porto e provavelmente 8 do Benfica não seria melhor contratarmos já alguém para começar a pensar no campeonato da próxima época?

Senhor presidente tinha dito que não se ia candidatar e candidatou-se por isso pode voltar com a palavra atrás em relação ao Paulo Bento ser Forever que nós já estamos habituados e até agradecemos.
Sporting Forever, mas Paulo Bento não.

sábado, 3 de outubro de 2009

Não é um jogo, são quase 5 anos

Muita gente criticou a atitude dos adeptos do Sporting no final do jogo da segunda jornada da Liga Europa devido á monumental assobiadela que a equipa levou no final do jogo. Vieram com tretas (para não dizer outra coisa) a dizer que o Sporting ganhou e mesmo assim o publico não gostou, que se calhar preferiam perder e jogar bem. Em condições normais podia concordar mas o problema é que os Sportinguistas tão longe de estar numa situação normal, pois neste momento é uma situação de sofrimento e tristeza ver o clube caminhar sabe-se lá para onde. São quase cinco anos a ver a nossa equipa não conseguir na verdade ser " uma equipa ", ver actos de gestão desportiva que não lembram ao diabo, é na realidade estarmos a assistir á morte lenta de uma das nossas grandes paixões.

Os primeiros dois anos prometeram muito da equipa liderada por Paulo Bento, mas não houve capacidade de evolução e na realidade andámos como os caranguejos, e ainda hoje estamos a andar assim e ninguém faz nada. A equipa parece que perdeu a alegria a jogar, parece que os jogadores também estão fartos do Paulo Bento. O nosso treinador está neste momento a "queimar " a grande parte dos jogadores. Os jogadores são bons, mas sem uma verdadeira equipa não conseguem jogar e acima de tudo evoluir.

A juntar a esta saturação ainda temos episódios de gestão desportiva de louvar aos céus. Jogadores que saem a custo zero e que na realidade que grande falta faziam ( ex: Varela), uma enorme incapacidade de vender jogadores ( ex: Romagnoli e Rochemback), contratações que estão a anos-luz de jogar no Sporting ( ex : Farnerud, Tiui) e salários elevados para quem nada faz ( ex: Stojkovic e Rochemback).

Outro sinal de que estamos mal é a fraca assistência nos jogos. No principio da época estávamos bem melhores, se calhar fruto do novo presidente, mas a equipa fez o difícil trabalho de conseguir afastar quem queria ver o Sporting jogar. Nos últimos anos a tendência de assistências tem diminuído e se assim continuar estamos a parecer mais como um Braga ou Guimarães.

Lembrem-se antes de criticarem as atitudes do adeptos do Sporting que estes já não vêm futebol há algumas temporadas para cá, vêem a sua equipa longe dos títulos e nada se faz para mudar.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Uma vergonha de vitória


A boa exibição realizada no Dragão não teve seguimento e voltamos ao habitual. Uma exibição tão má quanto o estado do relvado, que nos faz pensar como ganhámos os três pontos hoje. Não há muito mais a dizer, a equipa continua sem jogar, não a fio de jogo é chutão para a frente e hoje temos que agradecer esta vitoria á sorte. O apuramento está muito bem encaminhado mas se continuarmos assim não vamos muito mais longe numa competição da Europa da segunda linha. A paciência por parte dos adeptos é que já não é muito, o estádio teve muitos poucos espectadores e no final a equipa foi brindada com um valente coro de assobios. Se damos os parabéns as vezes quando perdemos e não merecemos ( sábado passada) ás vezes não podemos ficar satisfeitos com vitórias em que não se mostra futebol.

sábado, 26 de setembro de 2009

Tiros nos pés e árbitro afundam Sporting





O Sporting foi uma equipa lutadora, mas com os erros infantis que cometeu e também com a arbitragem que se viu era impossível fazer melhor.

O Sporting voltou a entrar mal no jogo e a sofrer um golo cedo, que pôs o Porto a jogar na forma de que mais gosta que é em contra ataque. Não é infelicidade começar cedo a perder, é antes burrice por parte da equipa que demonstra não ser adulta. O lance do golo acabou por resultar de dois erros. O primeiro foi o do senhor do apito, que assinalou uma falta que nunca na vida era, só mesmo naquele intestino que está no lugar do cérebro. No livre foi a vez de Polga cometer um daqueles erros que ainda são mais caros do que o Cristiano Ronaldo. Depois de ter ganho a posição em relação ao Falcao, deixou-se antecipar e pronto...O Sporting continuou perdido durante os primeiros 15 minutos e podia ter sofrido mais golos, muito devido ao Grimi ter sido literalmente rebentado pelo Hulk. O Sporting até final do primeiro tempo conseguiu equilibrar, ganhando mesmo um ascendente, e criado várias oportunidades de perigo. Matás desperdiçou um lance na cara do guarda-redes, Postiga cabeceou á barra e Helton a defender uma bola em cima da linha, foram as soberanas chances que o Sporting não aproveitou.

A segunda parte, quando se esperava um Sporting por cima do Porto, infantilmente aconteceu o contrário. Pouco tempo depois do reatamento do jogo, um penalty de Polga que lhe valeu a expulsão mudou o jogo. O jogo só não acabou aqui porque Patricio conseguiu parar o penalty. O Sporting com dez equilibrou o jogo, mas o ocasiões de golo não chegaram, sentiu-se muito a falta de um jogador lá na frente. O Sporting bem lutou,mas o Porto conseguiu controlar o jogo. No final do jogo com os nervos faltou cabeça e Veloso e Paulo Bento foram exoulsos.

O Sporting tem que entrar melhor nos jogos e também o Polga não pode jogar. Polga já desde o final da época passada que não tem pedalada para o Sporting, ainda por cima quando temos o Tonel que demonstra muitas mais qualidades. O senhor do apito acabou por ter influencia no resultado, o livre do golo não existe, o Meireles devia de ter sio expulso ainda no primeiro tempo e os primeiros amarelos de Veloso e Polga foram mal mostrados. Ficou demonstrado que o Sporting não é nada inferior ao Porto, que "apenas" comete infantilidades que se pagam caro em alta competição. Neste momento a oito pontos da liderança as coisas tão complicadas, mas ainda falta muito e hoje mostrámos que com muita mais concentração temos equipa.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

As habituais decisões do nosso futebol

Se para um bom jogo é importante o arbitro passar despercebido, então o Porto- Sporting deste sábado já começou mal. O árbitro Duarte Gomes foi o escolhido para arbitrar a partida, tudo normal sem ser apenas um “pormenor sem importância”, o Sporting tem neste momento um processo instaurado contra o mesmo árbitro, tendo pedido recentemente o recurso. O Sporting tinha apresentado queixa á Comissão disciplinar da Liga, devido aos incidentes entre Duarte Gomes e treinador de guarda-redes do Sporting, Ricardo Peres, no jogo entre Sporting e Setúbal da época passada que acabou com o árbitro a empurrar Ricardo Peres.
Já sabemos que em Portugal se pode ganhar campeonatos á pedrada por isso nem fiquei muito espantado mas mesmo assim achei um “bocado “ estranho. O Vítor Pereira, ou seja lá quem for o otário que elege os árbitros para os jogos, sinceramente não deve de ter nada dentro da cabeça. Então no meio de tantos árbitros vão logo escolher o que está com um processo de um clube que vai arbitrar!? Nem estou a dizer que isto á mau para o Sporting, é mau para o jogo. O árbitro vem entrar em campo já condicionado e por exemplo, um lance polémico na nossa área pode ter problemas em marcar penalty para o Porto, porque depois vai logo começar uma especulação do caraças. Bem se o objectivo é estragar os jogos, parabéns porque já deram um grande passo para isso acontecer.
Ainda vão a tempo de poderem voltar atrás com a decisão para bem do espectáculo, basta terem tomates. É pena o nosso futebol ser constantemente marcado por estas atitudes que denotam uma falta de profissionalismo mas ainda mais de inteligência.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Do desespero á loucura

Eram três pontos importantíssimos que estavam em jogo em vésperas de uma ida ao Dragão, e esses pontos foram conquistados mas de uma maneira em que muita gente ia morrendo de ataque cardíaco.
O Sporting teve uns primeiros 25 para esquecer, que podiam ter saído bem caros. A defesa mostrou a falta de qualidade dos seus intérpretes, deixando entrar muita água que ia afundando a equipa toda. Em dois lance de contra ataque bem executados pelo jogadores do Olhanense, o Sporting sofreu dois golos. Ambos por dois jogadores emprestados pelo Porto, primeiro Rabiola e depois um grande golo de Castro. O meio campo estava completamente desligado, não conseguia fazer passes perdendo muitas bolas. Toda a equipa mostrava falta de organização, pois muitas vezes, vários jogadores adversários ficavam com muito espaço no nosso meio campo. O Olhanense teve perto de fazer o 3-0, num lance em que a defesa volta a estar mal e Patrício salva com uma boa defesa, esse lance fez perder a paciência dos adeptos que até aí tinham sido irrepreensíveis, e os jogadores foram brindados com um couro de assobios e apupos. Consequência ou não, o Sporting galvanizou-se e depois de várias golos falhados escandalosamente, Carriço abriu o caminho para a cambalhota no marcador a responder bem de cabeça a um livre de Veloso. Um passo importante que era reduzir a vantagem já estava feito antes do intervalo, mas com a intensidade que a equipa estava ainda conseguiu chegar ao empate. Num lance muito duvidoso, bastante longe do sector A12 por isso não percebi se era falta, o árbitro marcou penalty que Moutinho concretizou. Uma primeira parte em que tudo chegou a parecer estar perdido e de repente o Sporting voltava a estar na luta pela vitória.
A segunda parte não trouxe um Sporting tão forte como foi para intervalo, mas mesmo assim encostou o Olhanense cordas e dispôs de várias oportunidades para marcar, Liedson por duas vezes, Postiga e Veloso não conseguiram encontrar o caminho do fundo das redes. O Olhanense também podia ter marco quando o jogo ainda estava empatado, mas o remate acertou na barra de Patrício. Foi já ao minuto 87 que Vukcevic de um ângulo apertado fuzilou Ventura e incendiou o estádio de Alvalade.
O destaque deste jogo vai para a dupla Moutinho\ Veloso, que fez um enorme trabalho quer a construir e a desfazer jogo para que a reviravolta fosse possível. A passagem para um 4-4-2 clássico, também foi fundamental. Com dois extremos abertos, Yannick e Vukcevic, o Sporting alargou o jogo e conseguia penetrar mais facilmente na área contrária. Foi uma vitória que não saiu da cabeça dos jogadores mas sim dos seus corações, e que soube muito bem depois do jogo parecer perdido.
Parabéns leões!!

sábado, 19 de setembro de 2009

Sucessor de Veloso


Nestas primeiras quatro jornadas, um dos destaques têm sido o médio André Santos da União de Leiria. A boa noticia é que este jogador está emprestado pelo Sporting e ainda é um jovem com 20 anos. Foi capitão dos juniores do Sporting, e fez recentemente a sua estreia nos sub-21 pela mão de Oceano. É um jogador que começou como avançado mas ao longo do tempo têm vindo a descer no terreno, embora além de trinco possa jogar em posições mais avançadas no meio campo, como por exemplo a 10. É destro, tem um bom remate e muito importante joga de cabeça levantada. É um jogador na senda de Moutinho, Veloso e Adrien. Se tudo correr bem e no próximo ano ficar no plantel principal do Sporting, temos condições para vender o Miguel Veloso. O Sporting que recentemente teve um prejuízo no valor dos 13 milhões de euros precisa urgentemente de fazer um grande encaixe financeiro com a venda de um jogador. Miguel Veloso se mantiver o nível que apresenta neste inicio de época vai valorizar bastante, e o Sporting pode ficar descansado, que Adrien e André Santos tem tudo para jogar ao nível que é preciso no Sporting.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Liedshow !!!



Não é o jogador com uma técnica do outro mundo, não tem um remate indefensível, não é possante fisicamente, não tem uma velocidade ao nível do Yannick, mas é Ledson. O jogador que leva o Sporting ás cavalitas, um Sporting que parece que os jogadores e treinador são novos, dado o nível de jogo que apresenta. Um jogador que é sempre o primeiro a defender, tem uma inteligência de jogo extraordinário, consegue estar sempre onde é preciso e nos últimos anos tem sido um exemplo de profissionalismo. É o jogador que todos os treinadores gostavam de ter, especialmente os maus treinadores que não conseguem por as suas equipas a jogar e precisam assim de um jogador para que a equipa se mantenha ligada á maquina.

Hoje foi mais um exemplo disso. A equipa não demonstrou maturidade para saber estar em todos os momentos do jogo, quando era preciso defender, preciso atacar. O segundo golo é um exemplo, Liedson recupera a bola e ainda vai a tempo de facturar. Liedson dá para muito, mas não vai dar para 30 jornadas nem quando se chegar a uma fase mais adiantada da Liga Europa com equipas de maior calibre.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Objectivo Hamburg

Começa hoje a nossa caminhada na primeira Liga Europa. Como já escrevi, acho que o Sporting deve de encarar esta competição com o objectivo de vencer. É um objectivo difícil devido a algumas equipas de qualidade que também participam na prova: Valencia, Villareal, Lazio, PSV, Werder Bremen, Roma, Ajax, entre outros. Ainda temos que juntar os que vão chegar provenientes da Champiopns, mas só os objectivos difíceis de alcançar é que nos levam ao Marques. A final vai se realizar no dia 12 de Maio na Arena de Hamburg, e tenho esperança que pudemos lá estar.

Não podemos é pensar como a selecção, que já queriam estar no mundial sem jogar o apuramento, temos de pensar jogo a jogo como se fossem finais. O primeiro adversário é o Herenveen, o nome não assusta, mas relembro que é o actual vencedor da Taça da Holanda. Vai ser um dos jogos mais fulcral neste grupo, pois numa corrida a três pelo apuramento uma derrota pode não dar tempo para recuperar pontos perdidos.

Vamos criar a ideia de que é possível, pois acredito que foi extremamente
importante na nossa ultima chegada á final da Taça Uefa, de muito má memoria.

domingo, 13 de setembro de 2009

Valeram os três pontos

A palavra espectáculo parece tardar mesmo em aparecer no dicionário do Alvalade XXI. A palavra espectáculo é trocada por sofrimento ou mesmo desespero. Hoje assistiu-se a mais uma noite desinspirada por parte da nossa equipa, que continua a ter muita posse de bola, e pouca capacidade de criar perigo. Valeram os três pontos, que permitem que o Sporting não perca o comboio dos pontos dos primeiros classificados.
O Sporting teve uns maus 45 minutos. A equipa entrou bem, mas depressa o Paços equilibrou. Uma primeira parte foi um terrível espectáculo de futebol, muita tempo perdido devido a lesões dos jogadores pacenses e a bola sempre longe das balizas. Era preciso mudar haver mudanças para que os três pontos ficassem em casa, e essas ocorreram. Entraram Postiga e Matías para as saídas de André Marques e Angulo. O problema é que as mudanças não saíram do papel. Apesar de termos ganho posse de bola e termos passado a jogar mais perto da baliza contrária as oportunidades não surgiam e sem elas.... Era pelo lado direito que o Sporting mais conseguia incomodar o adversário, Yannick tinha derivado para a posição de extremo e com as subidas de Abel o Sporting fazia chegar as bolas á grande área adversária. Mesmo com a falta de cheiro a golo que não pairava pelo ar, este mesmo acabou por chegar. A 8 minutos do final da partida, uma bola cruzada da direita foi acabar na cabeça de Liedson, que consequentemente acabou no fundo da baliza. Até final, á imagem do jogo passado com a Académica, o adversário teve duas expulsões que facilitou o Sporting em manter-se em vantagem. Foi assim que ao quarto jogo oficial em casa o Sporting conseguiu a primeira vitória.
Angulo teve a sua estreia no Sporting,deixando boas indicações apenas nos primeiros 15 minutos, acabando depois por desaparecer e sair ao intervalo. A equipa mesmo a jogar mal lá vai conseguindo manter-se relativamente perto dos rivais, na esperança de ainda conseguirmos melhorar e nessa altura não ser tarde de mais.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Os melhores reforços

O mercado já fechou, e com todas as saídas que o Sporting teve ganhou: 0 euros. Este numero redondo demonstra um acto de má gestão, visto que saíram dois titulares da época passada ( Romagnoli e Rochemback), e o Sporting não os conseguiu vender, e puderem sair os dois a custo zero.

O Sporting ao longo das temporadas de Paulo Bento, os melhores reforços que se tem dado ao treinador e que nenhum treinador alguma vez teve é a manutenção dos seus melhores jogadores. Neste caso refiro-me a Veloso e Moutinho que mesmo com vários clubes europeus interessados nos seus serviços, o Sporting tem feito um esforço financeiro para os manter. Sim, esforço financeiro. Não é só esforço financeiro comprar caro, mas também o é quando o clube não vende as sua "pérolas" ,que muito e importante dinheiro podiam render ao clube. Se o Sporting nestes últimos anos não tem ganho dinheiro em transferêçias e tem mantido os seus mais importantes jogadores, o clube com certeza que não tem dinheiro para ir investir no mercado. Mesmo condicionado, o Sporting tem conseguido fazer bons negócios para o clube, é o caso de Matías, Vukcevic e Izmailov. Resumindo, o Sporting tem mantido os melhores jogadores e ainda tem tido défice em relação a jogadores vendidos e comprados.

Todos aqueles que defendem os sucessivos falhanços desportivos do Sporting justificando o baixo orçamento, tem aqui dados para repensar a sua posição ou se quiserem arranjar outra desculpa, pois Paulo Bento tem tido aquilo que muitos treinadores não tiveram. Fernando Santos tinha dado tudo para ter Cristiano Ronaldo só mais um ano.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Liedson volta aos golos....e Sporting ás vitórias


E ao sétimo jogo oficial o Sporting não descansou e conseguiu obter a sua primeira vitória em jogos oficias. O resultado foi bem melhor do que a exibição e se não fosse a Académica uma das grandes candidatas a descer de divisão o resultado podia ter sido diferente. Os grandes destaques vai para o regresso aos golos de Liedson e a confirmação do bom momento de forma de Yannick.
Na primeira parte, a exibição da equipa mostrava bem que a equipa passava por um mau momento. A equipa mostrava-se nervosa acusando muito a pressão, com isto falhava muitos passes e o pior era na defesa. A defesa mostrava-se com bastante dificuldades nos lances de bola parada, como num lance em que a equipa demorou uma interinidade para aliviar a bola e o defesa Orlando podia ter marco. O único lance de perigo do Sporting no primeiro tempo foi devido a uma acção individual de Yannick, que depois de deixar dois adversários para trás rematou á barra. Durante a primeira parte só Yannick deu velocidade á frente de ataque e era capaz de causar alguns calafrios á defesa da Briosa.
A princípio de segunda parte trouxe o mesmo Sporting da primeira parte, que a continuar a jogar assim não iria conseguir trazer os três pontos. Outra vez num lance de bola parada, mesmo no reatar da partida o Sporting ia sofrendo um golo. Até que chegou o minuto 64 fundamental para esta primeira vitória, o preterido Vukcevic conseguiu ganhar bem a linha e com um cruzamento com conta e medida pôs a bola na cabeça de Liedson e este terminou a sua seca de golos com uma cabeçada indefensível. Liedson que há poucos minuto atrás tinha tido uma perdida inacreditável, deu o toque de Midas que ele ainda não tinha conseguido dar esta época e que o Sporting bem se tinha ressentido. Com a vantagem no marcador e com mais um jogador ( um jogador da Académica expulso poucos minutos depois do golo) o Sporting ganhou aquilo que o nosso treinador mais gosta, tranquilidade, e ainda conseguiu chegar ao segundo golo. Um golo merecido para Yannick, a responder a uma boa assistência de Saleiro que mostrou poder vir a ser útil esta época.
O Sporting ainda é uma equipa com grande margem de progressão, tem jogadores importantes lesionados e Matías quando tiver mais entrosado com a equipa vai ser capaz de fazer maravilhas e mexer com o ataque. O Senhor Forever tem agora uma pausa no campeonato para ver se consegue por a equipa a jogar melhor, pois o futebol de hoje praticamente só da para ganhar á Académica ou mais uma ou duas equipas.

domingo, 30 de agosto de 2009

De boato a realidade


Afinal confirma-se a vinda de Angulo para o Sporting, num negócio com a duração de um ano e a custo zero. Angulo é um jogador que pode actuar como avançado ou como médio ofensivo direito. Angulo é um jogador de 32 e que esteve durante 12 anos na equipa principal do Valencia. Foi durante dez anos ( entre 1997 e 2007) titular no Valencia, e nos últimos anos foi perdendo espaço na equipa, acabando por ter sido dispensado no principio desta. Não é um jogador que ao longo da carreira marcou muitos golos, o seu melhor registo foi na época 97\98 em que marcou oito golos, o segundo foi de seis golos na época de 2005\2006.
É um jogador já em fase descendente da carreira, mas que ainda tem condições para ser importante no Sporting. Na frente de ataque é um jogador móvel, á imagem de Derlei, e é o tipo de jogador que o Liedson mais gosta de jogar. Pode também ocupar o lado direito do losango, embora seja muito menos provável, pois no esquema de Paulo Bento os interiores jogam muito longe da grande área contrária.
É um jogador que não se enquadra na filosofia que o Sporting tem vindo a seguir, de contratar jogadores ainda relativamente jovens com margem de progressão. Vê-se que é uma escolha muito precipitada pelo facto de o mercado estar a fechar e o Sporting precisar urgentemente de mais alternativas.

sábado, 29 de agosto de 2009

Boatos de ultima hora

O mercado que está quase a fechar (segunda feira é o ultimo dia) é muito fértil nesta altura em boatos. Neste momento falam-se de dois jogadores para o Sporting,o avançado espanhol Angulo de 32 anos e o médio ofensivo argentino Buonanotte de 21 anos. Será que é mesmo só boatos? E será que não era mais importante reforçar as laterais da defesa?

Nem devia de ter voltado

Como Paulo Bento disse hoje, Rochemback esta a um passo de sair do Sporting. Quando no final da temporada de 2007\2008 foi anunciado o seu regresso ao Sporting, toda a gente viu a noticia com bons olhos. Provavelmente toda a gente ainda se lembrava do
Rochemback que destruía jogo,construi jogo e marcava golos, quando passou pelo Sporting entre 2003 e 2005.
Acabou por ser como passar do dia para a noite e foi mais um exemplo de má gestão do Sporting .A sua forma física como chegou ao Sporting e como se conseguiu manter por mais de um ano é simplesmente vergonhoso para um atleta profissional, que ainda por cima era dos mais bem pagos do plantel. Só o facto de ter conseguido ser titular na maior parte da época passada demonstra bem o nível fraco de competição interna que houve o ano passado. Quando recentemente se demonstrou insatisfeito com a condição de suplente, só me passou pela cabeça se na casa dele não haviam espelhos em casa.
A forma como sai praticamente em cima do fecho do mercado, e provavelmente a custo zero é um exemplo de má gestão por parte do clube ainda por cima quando se fala de um jogador bem cotado no Brasil e que jogou grande parte da época passada.

Grupo para passar

No sorteio dos grupos da Liga Europa o Sporting calhou num grupo acessível: Hertha de Berlim, Heerenveen e o desconhecido Ventspils da Letónia. É um grupo em que o Sporting têm obrigação de passar, é juntamente com o Hertha de Berlim os favoritos a seguirem em frente. Lembro que o ano passado o Sporting venceu o Shakhtar por duas vezes na Liga dos Campeões, equipa que acabou por ganhar esta mesma competição. Acho que os objectivos para esta competição têm de ser a pensar na conquista da mesma.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Afundamento com prejuízo de milhões

O Sporting falhou um dos seus grandes objectivos para esta época que era conseguir a entrada na Liga dos Campeões. Este falhanço vai trazer consequênçias para o clube, em termos financeiros é um rude golpe ver 7 milhões a voar em tempo de vacas magras, em termos desportivos o Sporting volta para a Europa de segunda linha e aumenta a crise por que passa a equipa.
O Sporting conseguiu fazer uma boa primeira parte, em que chegou ao intervalo a vencer devido a um excelente golo de João Moutinho na conversão de um livre directo. A equipa mostrou-se personalizada, dominando o jogo. A equipa mostrou-se toda um nível idêntico sem grandes destaques, destaco apenas Liedson que jogou a um nível superior do que têm feito esta época, descaindo sempre com perigo para a direita. A segunda parte trouxe uma Fiorentina mais forte a ir para cima do Sporting. A resistência durou apenas nove minutos, e o Sporting voltava a estar em desvantagem na eleminatória. Até final o Sporting não voltou a incomodar a defesa italiana, que controlou o jogo até final. Apenas bons 45 minutos da Fiorentina em 180 minutos, foram precisos para afastar a nossa equipa, e assim em poucas palavras se escreve esta eleminatória.
Ficou a ideia que o Sporting apenas conseguiu jogar quando a equipa adversária deixou, quando esta decidiu "começar" a jogar o Sporting voltou ao seu nível habitual do Sporting de Paulo Bento. Uma equipa com um processo ofensivo incapaz de criar perigo e a permitir muito espaço na defesa. O ponto de saturação em ralação ao treinador já passou há muito tempo, e que a era Paulo Bento já deu tudo o que tinha a dar.
Os meus aplausos para Platini que conseguiu por grandes colossos europeu na Champions:Apoel (Chipre), Maccabi Haifa (Israel), Zurich (suiça)e Debrecen (Hungria).

sábado, 15 de agosto de 2009

Jà! !!???

NACIONAL - SPORTING
Estádio da Madeira, em Funchal
Hora: 19:15
Árbitro: Pedro Proença ( Lisboa )

NACIONAL

GR 1 Rafael Bracalli
D 2 Patacas
D 44 Clebão
D 33 Tomasevic
D 55 Nuno Pinto
M 6 Cléber
M 8 Luís Alberto
M 30 Leandro Salino
M 14 Ruben Micael
A 17 João Aurélio
A 11 Amuneke


SPORTING

GR 1 Rui Patrício
D 78 Abel 46'
D 3 Daniel Carriço
D 4 Polga
D 55 André Marques 68'
M 24 Miguel Veloso
M 26 Rochemback 46'
M 28 João Moutinho 25'
A 20 Yannick
A 23 Hélder Postiga
A 31 Liedson

O Sporting até costuma entrar bem no campeonato com o Paulo Bento dando alguma esperança aos adeptos ,os problemas só costumam vir mais tarde. Mas ao que parece, este ano nem temos direito a sonhar nas primeiras jornadas. Praticamente com a mesma equipa, quer a nivel de jogadores e equipa técnica o Sportig começa o ano sem der uma minima esperança de algo de bom para esta temporada. Se calhar o problema é mesmo ser o mesmo grupo ( treinador e jogadores).

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Caído do céu




O empate de hoje deveu-se apenas a um factor, sorte. O Sporting durante os 90 minutos evidenciou todos os problemas de que se têm vindo a falar e que a equipa não está preparada para a competição.
O Sporting voltou a mostrar falta de maturidade ao entrar mal no jogo. Depois de na primeira mão o Sporting quase ter sofrido um golo aos 30 segundos, no jogo de hoje o Twente acabou mesmo por se adiantar no marcador ainda não corria o minuto 2. A defesa tal como nos jogos passados permite situações de perigo com muita facilidade, o Twente quase sempre que chegava á nossa área criava perigo. Os defesas laterais mudaram mas os problemas foram os mesmos, soluções de qualidade para estas posições só devemos de encontrar com contratações.
O Sporting em termos ofensivos não consegue criar situações de golo para os avançados facturarem. Durante os noventas minutos, sem contar com o golo, o Sporting não criou uma única situação de perigo. O Sporting teve muita posse de bola mas sendo sempre inofensivo. Os avançados tiveram muitas vezes de vir atrás buscar jogo, deixando a área adversária sem avançados. Postiga foi quem conseguiu melhor vir atrás pegar na bola, sendo o jogador que mais perigo causou no primeiro tempo. Liedson não parece o mesmo, está sem rapidez de movimentos e é facilmente anulado pelos defesas. Djalo não é nem nunca será jogador para a ala esquerda do losango. Para dizer a verdade, Yanick neste momento nem apresenta qualidade para a posição de avançado, não consegue fazer simplesmente nada. Sem um meio campo a funcionar, então é difícil aparecer em jogo o jogador em que os adeptos depositam muita esperança, Matías Fernandez. Matías teve bola no máximo umas três vezes, o que demonstra o quanto o jogador ainda não está entrosado.
Com isto tudo como foi possível passarmos a eliminatória? Com uma grande dose de sorte. Um canto em cima do apito final, proporcionou um auto-golo caído do céu que salvou a equipa. Foi o nosso guarda-redes Rui Patrício que acabou por ser fundamental ao provocar o auto-golo. Um momento a lembrar Alkmaar deixa o Sporting ainda com hipóteses de chegar á Champions. Um jogo em que temos muito a aprender com ele.